Parque Urbano, Marvila

PROJETO: Parque Urbano da Quinta do Marquês de Abrantes

LOCALIZAÇÃO: Lisboa, Portugal

CLIENTE: Concurso público

PROGRAMA: Transformação de espaço urbano em Marvila

LUGAR ATRIBUÍDO 4º lugar

DATA: 2020

AUTORIA: Amália Souto de Miranda - Loci Studio

ENGENHARIA: Genera Lda.

A proposta reflete a importância de fazer deste parque não só uma estrutura de continuidade ecológica, mas também um ponto urbano qualificado, de confluência de população residente e utilizadores do comboio, e também para atravessamento da linha. Com todas as facilidades que isso implica.

Esta tem por base linhas simples e fluídas, com alguns detalhes mais trabalhados a nível dos materiais e da vegetação criando um conjunto agradável e fluído. Aproveitando na generalidade a topografia existente assim como as vistas e características da envolvente.

A configuração do Parque permite a criação de vários cenários que formam no seu conjunto uma renovada paisagem, onde a liberdade dos prados, as orlas, as árvores, as clareiras, o pomar, os terraços e praças com diferentes escalas.

Diagramas.jpg

Um parque ecológico, uma centralidade urbana, um espaço de comunidade.

As ligações transversais são de extrema importância na constituição de uma rede de corredores ecológicos. Este Parque é uma importante transversal, do corredor verde oriental da cidade de Lisboa. Assim, são fundamentais neste espaço a continuidade dos espaços verdes, dos modos de

mobilidade suave e dos espaços públicos de recreio e fruição. Ligando de forma eficaz a freguesia de Marvila ao rio e a uma Lisboa metropolitana.